Previsão do Tempo

RUSSAS

25ºC

NOTÍCIAS / POLÍTICA

Welington diz que CPI do Celular não tem dúvida do mau serviço prestado pelas operadoras

Óticas Diniz

Assessoria de Comunicação

06/12/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

No segundo expediente da sessão plenária dessa quinta-feira (05/12), o deputado Welington Landim (Pros), presidente da Comissão, fez um balanço das atividades da CPI da Telefonia Móvel, que investiga os serviços prestados pelas empresas do setor no Ceará. O parlamentar informou que todas as operadoras de telefonia que atuam no Ceará, assim como a Anatel, já foram ouvidas individualmente. “Na próxima quarta-feira teremos representantes de todas as operadoras e da Anatel para um embate de opiniões”, anunciou.

Segundo ele, durante as reuniões já realizadas “ficou claro que todas as operadoras, assim como a própria Anatel, estão omitindo dados”. O deputado disse que, conforme o apurado, não se sabe ao certo a quantidade de chips vendidos ou de antenas existentes na Capital e no interior do Estado.

A Anatel, conforme observou, “não tem nenhuma intenção de prestar um serviço de qualidade ao consumidor e, em vez de fiscalizadora, mais parecia estar protegendo as operadoras”. “A Anatel ainda disse que não tinha condições de realizar fiscalização de forma eficaz no Estado e jogou grandes responsabilidades dela, enquanto agência reguladora, para Brasília”, comentou.

Welington Landim ressaltou também a Anatel deu a entender que não controla a exagerada venda de chips e o pouco investimento feito pelas operadoras para que o serviço compense o alto lucro obtido pelas empresas. De acordo com Welington, até a próxima semana, a CPI tomará um posicionamento em defesa do consumidor, como a elaboração uma peça jurídica proibindo a venda de chips, por exemplo.

Em aparte, o deputado Idemar Citó (DEM), também membro da comissão, disse estar “desapontado com o andamento da CPI, pois os convidados estão omitindo informações e o trabalho não está chegando a lugar nenhum”. “A única solução que vejo para o problema da telefonia no Ceará, baseado no que temos, é suspender a venda de chips até que tudo se normalize”, observou.

Já o deputado Leonardo Pinheiro (PSD) disse que a CPI “faz um maravilhoso trabalho de esclarecimento sobre o que está acontecendo”. Ele pediu que a imprensa, de um modo geral, acompanhe o que está acontecendo nas reuniões da Comissão para bem informar o usuário.

A CPI da Telefonia Móvel do Ceará já ouviu a Anatel do Ceará, TIM, Oi, Claro, Vivo e professores da UFC especializados em telefone sem fio, vinculados ao Centro de Tecnologia. A reunião da próxima quarta-feira vai começar as 14 horas no Complexo das Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa e já deverá contar com a presença de representante do Ministério Público Federal, no Ceará.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados