Previsão do Tempo

RUSSAS

32ºC

NOTÍCIAS / CEARÁ

Bolsa Família equivale a 50% do FPM em 98 cidades do CE

Óticas Diniz

Diário do Nordeste

01/11/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Embora o Programa Bolsa Família (PBF) tenha sido criado com objetivo de erradicar a pobreza no Brasil, atualmente, o benefício reverte-se, também, como importante fonte de receita para a maior parte dos municípios cearenses, ao lado das transferências constitucionais, como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Além possibilitar o acesso à renda pela população mais pobre, colaborando para a diminuição das disparidades regionais, o benefício injeta recursos no comércio local, dinamizando, em certa medida, a economia dessas cidades. É o que aponta o Enfoque Econômico nº 86 - "A Importância do Bolsa Família para a Dinâmica Econômica dos Municípios Cearenses", lançado ontem pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

Conforme o documento, em 98 dos 184 municípios do Estado - ou aproximadamente 53% -, em 2012, os recursos do PBF equivaleram a mais de 50% do volume recebido por essas cidades via FPM. Resultado, reforça o diretor geral do Ipece, Flávio Ataliba, que demonstra a importância do programa para a maior parte das cidades cearenses, pois "um volume equivalente a 50% da principal fonte de receita desses municípios é distribuído diretamente para as famílias beneficiadas, sendo revertida em consumo de subsistência e impactando positivamente na economia local". "Esse resultado coloca o Bolsa Família em outro patamar de discussão, ou seja, a sua importância para a sustentabilidade dos negócios locais. O que seria deles sem esses recursos?", indaga.

Em municípios como Itapipoca, por exemplo, o sétimo em contingente populacional no Ceará, com um total estimado de 119.320 habitantes em 2012, a receita de PBF (aproximadamente R$ 27,75 milhões) deste município, nesse ano, foi bastante próxima ao do FPM (em torno de R$ 28,30 milhões) - 98%. O mesmo ocorre em Canindé, Viçosa do Ceará, Tianguá, Icó, Acaraú, Morada Nova e Maranguape, todos com índices superiores a 80% nessa relação.

"Diante da importância apresentada, um outro ponto que merece atenção é o fato de o PFM ser uma transferência constitucional, com os recursos garantidos pela Constituição Federal, e o PBF ser apenas um programa de governo. Isso confere incerteza política aos municípios nos próximos governos, tendo em vista a continuidade ou não do programa. Além do impacto sobre a economia local tem-se ainda, pelas próprias regras da iniciativa, o impulso à educação, pois o pagamento depende da frequência das crianças da família beneficiária à escola, contribuindo, assim, para aumentar os índices de educação", acrescenta o analista de políticas públicas do Ipece, um dos autores do estudo, Nicolino Trompieri Neto.

Receitas

O repasse de recursos oriundos do PBF para o Ceará, em 2012, totalizou R$ 1,6 bilhão. Desse montante, Fortaleza recebeu mais de R$ 277,5 milhões, ou 17,22 % do total. Jati, General Sampaio, Itaiçaba, Arneiroz, Baixio, Ererê, Pacujá, São João do Jaguaribe, Granjeiro e Guaramiranga são os dez, dentre os 184 municípios cearenses, que têm os menores números de pessoas beneficiadas com o programa. Já as dez maiores localidades são: Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Sobral, Itapipoca, Crato, Maranguape, Canindé e Tianguá.

4º no ranking

Em 2012, o Ceará era o 4º do ranking nacional, no número de beneficiados com o PBF, com um total de 3,8 milhões de pessoas. No 1º lugar está a Bahia (seis milhões), seguida por São Paulo (4,4 milhões) e Minas Gerais (4,2 milhões). Em 5º, Pernambuco (3,6 milhões) e Maranhão (3,3 milhões), em 6º. O Ceará também fica em 4º na proporção de beneficiados em relação à população (44,6%). O Maranhão surge em 1º lugar, com 50,3%, seguido por Piauí (48,5%) e Alagoas (46,9 %).


DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados