Previsão do Tempo

RUSSAS

32ºC

NOTÍCIAS / CIDADE

Russas: Artistas se mobilizam para construção de cineteatro

Óticas Diniz

Ricardo Torres

28/10/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

São vários os grupos de teatro que mais se apresentam em outras cidades do que neste município. Ao mesmo tempo, o que igualmente toca as pessoas do lugar é um fato de ter um filho ilustre que vem se destacando como cineasta e não haver um cinema na região.

Por conta dessas contradições, a população vem se mobilizando para a construção de um cineteatro em Russas. A ideia vem ganhando movimentação no meio artístico, lideranças comunitárias e agora ganhando corpo junto ao povo.

O filho ilustre e cineasta renomado, Allan Deberton, também se engaja na campanha para que Russas tenha um cineteatro, o que ele considera como fundamental para difusão do cinema, de peças teatrais, musicais, shows, concertos e espetáculos de dança na região do Jaguaribe.

Circuito

"Com este aparelho, poderemos não só aproximar a relação do russanos com a produção artística local, valorizando nossos talentos, mas também ter oportunidade de assistir a produção de outros estados do País. Com isso, vamos colocar Russas no circuito cultural", afirma.

Na sua opinião, "ter acesso à cultura é importante. É saudável. Vejo que falta aplicação de políticas culturais em nossa cidade, falta investimento, falta maior direcionamento", ressalta Allan Deberton.

Ele lembra que cidade como Russas, por sua localização geográfica, sempre foi um polo cultural encravado bem no meio do Vale do Jaguaribe.

Ao longo da história, vários nomes se destacaram nas artes, como José Carlos Matos (ator), Orlando Leite (maestro), Sávio Leão(cantor), Beija-flor e Vem-Vem(emboladores), Liduíno Pitombeira (músico), Joaquim da Cabloca, Messias do Banjo (músicos), Acleilton Vicente (ator), Vilma Rocha(Pastoril) e muitos outros. Porém, a cidade ainda se recente da necessidade de um espaço para apresentação de suas manifestações, como a Oficarte Teatro e Cia, que usa um lugar que não dispõe da infraestrutura necessária para apresentar seus espetáculos. São peças que enchem os olhos dos amantes da cultura do Vale do Jaguaribe e até de outros Estados.

O cineasta russano Allan Deberton também vive dilema semelhante. Seu filme premiado "Doce de Coco" , que foi a primeira película cinematográfica realizado em Russas, na localidade de Serra do Vieira, precisou ser exibido na cidade vizinha de Limoeiro do Norte, já que em sua cidade não tinha um projetor específico.

No passado, o Cine 5 de Junho tinha essa dupla função, abrigando as artes no palco modesto. Até hoje é lembrado pelo ator Emiliano Queiroz, que conta que sua estreia no palco se deu quando tinha 5 anos na cidade de Russas, no palco do Cine 5 de Junho. Apesar disso, o município viveu recentemente um grande momento cultural. Até mesmo um festival de teatro vem sendo planejado para a cidade.Frank Lourenço, um dos líderes do movimento pró cineteatro de Russas, é o produtor. Ele defende a construção do Cineteatro José Carlos Matos, desde 1998.

Tanto ensaios como produções teatrais acontecem em espaços improvisados. É com esse sentimento que filhos ilustres do município estão se mobilizando para a construção de um equipamento cultural

Passado

A cidade de Russas é a mais antiga e mais populosa do Vale do Jaguaribe. Mas nem sempre foi um lugar sem cinema, um teatro ou um espaço público para fruição da cultura.

Em épocas passadas foram construídos dois cineteatros: O Cineteatro Jaguaribano e o 5 de junho. "Hoje a cidade cresceu, mas regrediu em seu aspecto cultural", afirma Frank. O prédio onde funcionou o primeiro cinema foi transformado em uma praça quase deserta e o outro se transformou em panificadora, "mas devemos lembrar que nem só de pão vive o homem", ressalta ele.

"As novas gerações precisam de espaços de referência cultural e um cine teatro é um espaço múltiplo onde podem acontecer espetáculos de teatro, dança, música, palestras, conferências e exibições de filmes de produções nacionais e internacionais", observa.

Ele destaca que é também um espaço por excelência de fruição e difusão das artes e da cultura que irá permitir também a realização de festivais de cinema, teatro, dança, colocando o município em sintonia com as produções culturais do estado e do país" explica Frank.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados