Previsão do Tempo

RUSSAS

32ºC

NOTÍCIAS / POLÍTICA

Heitor diz que fica no PDT mesmo que Cid entre no partido

Óticas Diniz

Bruno Pontes/ O povo

28/09/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia
Heitor disse que não mudaria de postura com Cid no PDT
Heitor disse que não mudaria de postura com Cid no PDT

O deputado Heitor Férrer afirmou ontem que permanece no PDT mesmo no caso de o governador Cid Gomes se filiar ao partido. “Continuarei independentemente de quem entre. Não mudaria nada se amanhã ele fosse governador pelo PDT”, disse o deputado, a mais destacada voz opositora ao governador na Assembleia Legislativa.

A possibilidade de filiação ao PDT foi anunciada por Cid na quinta-feira, na reunião que decidiu a saída do grupo político do PSB. O convite partiu do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Dos partidos que abriram as portas para Cid e seus aliados, o PDT é o preferido de Ivo Gomes, secretário da Educação de Fortaleza e irmão do governador, como revelou Cid, que, por enquanto, não manifesta predileção por nenhuma das legendas.

Heitor diz que não veria problema em ser correligionário dos Gomes. “Eu não crio dificuldades no ingresso ao partido. Estou no PDT há 26 anos. Se amanhã o Cid entrar no PDT, isso não fará com que eu saia. Continuarei com as mesmas posições, inclusive em relação a seu governo. Continuarei a levar à tribuna os mesmos questionamentos”.

Apoio a Dilma é incerto
Cid reiterou ontem que seu futuro novo partido terá necessariamente que apoiar a reeleição de Dilma Rousseff. O PDT, da base da petista, ainda não definiu se estará com a petista em 2014. Por essa razão, Heitor acredita que os Gomes e seus aliados escolherão outra legenda.

“Tenho a impressão de que eles vão para um partido novo. Eles saíram do PSB porque não concordam com a candidatura do Eduardo Campos. No PDT, eles terão a mesma dúvida se o partido amanhã apoia a Dilma ou o Eduardo Campos. Existem problemas (do PDT) com o Governo Federal”.

O deputado federal André Figueiredo, presidente do PDT no Ceará, faz a mesma avaliação. “Existe a probabilidade muito grande de estarmos com a Dilma, mas não é 100% certo. Resolveremos apenas em 2014. Talvez isso seja óbice para o governador”. Se a conversa com Cid for adiante, Heitor será consultado para evitar qualquer constrangimento, diz Figueiredo. “Temos o maior respeito ao Heitor e ao posicionamento dele de independência. Não tomaremos nenhuma decisão sem consultá-lo”.

Considerando palavras recentes de Ivo Gomes no Facebook, a convivência no mesmo partido não seria suave. No último dia 24, o secretário de Educação chamou o deputado de “oportunista de 5ª”, em resposta a um usuário da rede social que comentava o movimento de partidos que defendem a candidatura de Heitor ao governo.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados