Previsão do Tempo

RUSSAS

28ºC

NOTÍCIAS / POLÍTICA

Sete deputados federais cearenses respondem a processos criminais no STF

Óticas Diniz

Diário do Nordeste

25/09/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia
Domingos Neto é um dos deputados cearenses que responde a processos no STF. Ele está licenciado do cargo desde o início do ano, quando assumiu a Secretaria Especial da Copa de Fortaleza (Foto: Agência
Domingos Neto é um dos deputados cearenses que responde a processos no STF. Ele está licenciado do cargo desde o início do ano, quando assumiu a Secretaria Especial da Copa de Fortaleza (Foto: Agência

Domingos Neto é um dos deputados cearenses que responde a processos no STF. Ele está licenciado do cargo desde o início do ano, quando assumiu a Secretaria Especial da Copa de Fortaleza (Foto: Agência Câmara)
Sete deputados federais cearenses respondem a inquéritos e ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF). É o que revela balanço veiculado na edição desta semana da Revista Congresso em Foco. De acordo com a matéria, os sete parlamentares cearenses compõem a lista de 224 deputados e senadores que respondem a 542 ações. No último levantamento feito pelo veículo, em 2012, o Ceará possuía oito dos 191 parlamentares que respondiam a processos no STF.

Pelo novo balanço, estão pendurados no Supremo os deputados cearenses Aníbal Gomes (PMDB), Arnon Bezerra (PTB), Danilo Forte (PMDB), Domingos Neto (PSB), Genecias Noronha (PMDB), Gorete Pereira (PR) e Mário Feitoza (PMDB). No levantamento anterior, o ex-deputado Raimundão (PMDB) também estava na lista. O peemedebista, contudo, renunciou ao cargo em janeiro deste ano, para assumir a Prefeitura de Juazeiro do Norte, mas continua respondendo a processo.

O novo balanço feito pela Revista mostra que, dos 224 parlamentares federais que estão pendurados no STF, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e os deputados Paulo César Quartiero (DEM-RR) e Lira Maia (DEM-PA) são os que possuem mais pendências no Supremo atualmente. Cada um deles é alvo de 13 acusações, considerando ações penais e inquéritos. Dentre os partidos, a liderança é do PMDB: 54 dos seus 100 congressistas estão pendurados no STF.

Entre os estados, a bancada federal do Acre, Alagoas, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima tem mais da metade de seus integrantes com pendências criminais. No caso do Mato Grosso, 91% dos parlamentares aguardam julgamento de ações ou inquéritos no Supremo. No geral, entre as acusações há crimes como homicídio, corrupção e envolvimento com narcotráfico. A pesquisa foi realizada entre 13 de junho e 14 de agosto deste ano.

Com informações do site Congresso em Foco

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados