Previsão do Tempo

RUSSAS

34ºC

NOTÍCIAS / CEARÁ

Servilho Paiva assume a Secretaria de Segurança e afirma que o Ronda precisa ser reorganizado

Óticas Diniz

Diário do Nordeste

13/09/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

O novo Secretário de Segurança do Estado, Servilho Paiva, assumiu a pasta oficialmente nesta quinta-feira (12). Apesar de não especificar quais serão as principais mudanças que ocorrerão durante a gestão, o secretário assegurou que o Ronda do Quarteirão precisa ser reorganizado, que é preciso integrar o trabalho da Polícia, e que é indiscutível a necessidade de aumento no efetivo da polícia civil.

 

Secretário disse que o foco é reduzir os homicídios e os delitos patrimoniais. Foto: Kiko Silva

 

Servilho Paiva ressaltou a importância da integração entre o policiamento ostensivo e de inteligência. Segundo o secretário, essa é a prioridade, pois esse trabalho conjunto permite a identificação e aprofunda quem patrocina o crime.

Para o novo secretário, o desafio é passar à população a sensação de segurança e que trabalhar focado é necessário, independentemente do número do efetivo. "O foco é reduzir os homicídios e os delitos patrimoniais, pois é o que mais traz sensação de segurança. Esse é o grito da nossa sociedade", afirmou o titular da pasta.

 

Ronda do Quarteirão

 

Conforme o titular da SSPDS, o Ronda do Quarteirão tem como filosofia o princípio da territorialidade, que é: estar presente, eleger e dominar uma área. "A gente vai verificar o que podemos fazer em termos de gestão, reorganizar, montar equipe, dirigir foco, definir metas", disse o secretário, que informou também ser esse o momento para fazer diagnósticos e que deseja fazê-lo o mais rápido possível.

 

Servilho definiu como teria que funcionar o trabalho do Ronda, onde o delegado e o comandante do policiamento da área são os responsáveis, respondendo primeiro por cuidar de tal área. O órgão servirá assim como agente fiscalizador desse trabalho.

 

Denarc

 

De acordo com Servilho Paiva, é notório que a grande quantidade de homicídios está vinculada às drogas e por isso é necessário que a Divisão de Homicídios e a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) trabalhem em conjunto. "É preciso casar a Homicídios e a Denarc para que possamos identificar quem comanda. Uma coisa leva a outra e assim será possível obter espaço para que o poder público entre".

 

Novos inspetores

 

Segundo o titular da pasta, houve aula inaugural para mais de 600 novos inspetores, que começam a ser formados nos próximos dias. "É um alento na Polícia Civil, mas isso é uma coisa dinâmica, pois há uma rotatividade de pessoas que entram e os que se aposentam" informou Servilho Paiva

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados