Previsão do Tempo

RUSSAS

27ºC

NOTÍCIAS / CEARÁ

Consumo de energia sobe 5,8% no Ceará

Óticas Diniz

Diário do Nordeste

02/07/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

A Companhia Energética do Ceará (Coelce) registrou crescimento no consumo de energia no Estado, em maio último, de 883 GWh, volume 5,8% superior à energia vendida em igual período do ano passado.

No mesmo mês, o consumo nacional totalizou 38.354 GWh, conforme dados divulgados na tarde de ontem, pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), revelando aumento 4,2%, sobre igual período de 2012.

Puxando

No Estado, as classes residencial e comercial apresentaram bons desempenhos, puxaram o consumo e atingiram nesse mês crescimentos de 12,8% e 12,1%, respectivamente.

Já as classes industrial e rural obtiveram no Ceará aumento de 9,2% e 7,6%, respectivamente. O crescimento acumulado no intervalo de janeiro até maio últimos foi de 10,0%.

Indústria é destaque

No mesmo comparativo, o destaque nacional ficou com o segmento industrial, em que a demanda subiu 1,9%, registrando a primeira alta do setor desde maio do ano passado e o maior avanço desde março de 2012.

No País, o consumo de energia elétrica residencial subiu 7,4% em maio, impulsionado pela expansão no Nordeste, enquanto o consumo do segmento de comércio e serviços subiu 6,4%. O balanço da EPE mostrou que o consumo industrial de energia elétrica totalizou 15.557 GWh, em maio. Segundo o órgão, é o maior valor desde setembro do ano passado, evidenciando retomada do patamar usual de consumo da categoria. O volume de energia demandada pelas indústrias em maio de 2013 superou em 2,1% a média de consumo mensal dos últimos 12 meses.

Segundo a EPE, apesar da variação positiva, ainda não se pode afirmar que a produção industrial esteja em uma rota sustentada de recuperação. "É sintomático que os índices de confiança da indústria apurados pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e pela FGV (Fundação Getulio Vargas) ainda não demonstrem firme trajetória ascendente. O quadro geral de incertezas tem justificado o Banco Central a rever para baixo o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto", informou a EPE.

Mineração

Um dos setores que segura a recuperação do consumo industrial é o de mineração e metalurgia, que segue retraído, reflexo da queda de preços dos produtos no mercado internacional.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados