Previsão do Tempo

RUSSAS

31ºC

NOTÍCIAS / LIFESTYLE

Caso não confirmado de H1N1 gera pânico em Limoeiro

Óticas Diniz

Ellen Freitas

17/06/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Limoeiro do Norte. Um suposto caso de morte por vírus H1N1 causou pânico nos moradores deste município no início desta semana. A vítima teria sido uma jovem de 24 que veio a óbito domingo, em Fortaleza, com suspeita da doença. Segundo o laudo médico emitido pelo hospital de Messejana, a vítima faleceu devido à pneumonia mais infecção generalizada. Mesmo sem a confirmação para H1N1, sites locais deram o caso como confirmado para Gripe A.

 

A notícia se espalhou na cidade ainda no domingo e já na segunda feira populares buscavam a imunização particular no Hospital São Raimundo. Segundo a diretora do hospital, Helaine Loura, uma equipe de uma clínica particular em Fortaleza, a qual tem parceria com a unidade, antecipou de quarta para terça feira a oferta da vacina diante da demanda da população.

 

“Uma equipe da clínica costuma trazer vacinas aqui para o hospital uma ou duas vezes por mês, dependendo da demanda, para imunizar principalmente contra meningite e HPV, mas devido a grande procura pela vacina contra a H1N1 a vinda foi antecipada”, explicou.

 

A vacina custa R$ 80 e durante três dias em que a equipe esteve no hospital, 988 aplicações foram realizadas. De acordo com Helaine, eventualmente alguém procurava pela vacina.

 

Além da procura pela vacina, as pessoas correram para as farmácias em busca de itens de proteção. Segundo a gerente de uma farmácia, o estoque de álcool em gel e mascaras foram vendidos em dois dias.

 

De acordo com a Secretária de Saúde do município, Ruth Maia, enquanto o caso não for confirmado pela Secretaria de Saúde do Estado, prevalece o laudo médico do hospital de Messejana, onde a moça veio a óbito. A Secretária relatou o caso suspeito do sobrinho da vítima, um rapaz de 18 anos, mas os exames deram negativo para Influenza.

 

Ruth informou que o município estará recebendo mais doses da vacina para prorrogar a companha de imunização.

 

O Sistema Único de Saúde oferece gratuitamente a vacina para os grupos prioritários como gestantes, crianças menores de 2 anos, idosos acima de 60 anos, puérperas e portadores de doenças crônicas como diabetes, hipertensão, cardíacos, obesidade mórbida, entre outros.

 

A reportagem tentou conversar com o coordenador da 10ª Coordenadoria Regional de Saúde, Elmo Nogueira, mas fomos informados que ele não esteve na Regional durante esta semana.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados