Previsão do Tempo

RUSSAS

24ºC

NOTÍCIAS / CIDADE

Telecentros digitais estão sem funcionar em Russas

Óticas Diniz

Ellen Freitas

06/06/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Treze telecentros comunitários do Programa Telecentros.BR, do Governo Federal, estão sem realizar atividades desde o começo do ano neste município. De acordo com os gerentes de algumas unidades, a prefeitura tem adiado a nomeação de um novo coordenador. O programa é realizado por meio do Ministério das Telecomunicações em convênio com as prefeituras. Em Russas, os telecentros beneficiaram mais de 2,5 mil pessoas em quatro anos.

Telecentro comunitário está fechando e população reclama atendimento
FOTO: ELLEN FREITAS.

Cada um dos 13 telecentros comunitários instalados da cidade, receberam a doação de 11 computadores do Ministérios das Telecomunicações, mais um kit multimídia, com data show. Além do material, um técnico foi encaminhado pelo programa para dar suporte e manutenção aos equipamentos. O objetivo é promover para a população mais carente o acesso gratuito às tecnologias de informação e comunicação por meio desses telecentros. Dois monitores bolsistas auxiliavam nas aulas de informática básica e acompanhavam o acesso gratuito de jovens e adultos à Internet.

Os monitores de cada unidade recebiam uma bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e cursos para ministrarem as aulas. Monitores e alunos dos telecentros realizavam projetos junto à comunidade e utilizavam os acesso a informação para a pesquisa e a divulgação dos trabalhados.

De acordo com a presidente da associação comunitária e gerente do telecentro da localidade de Ingá, zona rural de Russas, Alcivane da Silva Costa, a comunidade se sente prejudicada com a paralisação das atividades. "Aqui na comunidade as aulas foram até o final de abril, que foi o período em que as bolsas das duas monitoras foram encerradas. De lá pra cá as pessoas que eram alunas do projeto vêm até a gente pedindo a retomada das atividades, mas nós não temos condições de fazer", lamentou.

Mais de 20 jovens bolsistas recebiam bolsas do CNPq no valor de R$ 241,50, e eram capacitados para repassar os conhecimentos de informática básica para a comunidade. Segundo uma das monitoras, que pediu para não ser identificada, o telecentro era visto como uma forma de lazer para a comunidade. "Muitas pessoas aqui da zona rural não tinham acesso a essa tecnologia, para isso tinha que ir para o centro da cidade.

Além disso, o telecentro passou a ser visto como um local de encontro das pessoas para aprender coisas novas e no final todos acabavam se envolvendo nos trabalhos", conta

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados