Previsão do Tempo

RUSSAS

32ºC

NOTÍCIAS / CEARÁ

Visita de Cid à comunidade que será desapropriada para o VLT tem bate-boca e confusão

Óticas Diniz

Diário online

11/04/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

A nova visita do governador Cid Gomes às comunidades que serão desapropriadas devido às obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) terminou em bate-boca e confusão, na noite desta quarta-feira (10). Cid enfrentou a resistência dos moradores da comunidade Jangadeiro, que protestaram contra as desapropriações no local.

A visita inesperada de Cid Gomes à comunidade, que fica nas proximidades da Via Expressa, teve o objetivo de explicar às famílias o projeto do VLT. A visita durou cerca de vinte minutos. O governador estava acompanhado de seguranças, mas conversou livremente com as pessoas. Em muitos momentos, os ânimos se exaltaram, já que muitas famílias não concordavam com as palavras do governador.

Governador visitou casas

Cid Gomes chegou a entrar na casa de alguns moradores para explicar as questões técnicas e mostrar como o projeto será executado. Durante todo o momento da visitação, cerca de trinta pessoas acompanharam os passos do governador.

Sob gritos, o chefe do Executivo Estadual não alterou o tom de voz e continuou tentando explicar às famílias como serão as transformações no local, entretanto o protesto não cessou. “O VLT vai trazer benefícios para toda a população. Esse grupo aqui é político, muitos não são nem moradores", afirmou.

O governador avisou que algumas casas não serão afetadas e que outras terão apenas uma pequena parte demolida. “As pessoas vão receber o dinheiro da indenização e ainda vão poder escolher o apartamento que querem morar. Nós temos três opções”, informou Cid. A proposta oferecida pelo Governo do Estado é transferir as famílias que serão afetadas pela construção do VLT para os bairros José Walter e Messejana. Por conta da resistência, Cid Gomes está negociando outro local na mesma região, próximo à Via Expressa.

Famílias resistem

Mesmo com as alternativas oferecidas pelo Governo do Estado, os moradores não concordam com as mudanças, e alguns não querem morar em bairros distantes. As famílias avisaram ao governador que a decisão já foi tomada e que muitos não irão sair do local. Em muitos momentos, o clima ficou tenso entre as partes.

A moradora Daniela Maciel disse que algumas reuniões já foram marcadas, mas o Governador não compareceu. “Hoje, ele chegou de surpresa, não avisou para ninguém e nós já temos o nosso lema, a comunidade está firme. Daqui não saio, daqui ninguém me tira.”

Já segundo o governador, as pessoas devem entender os benefícios que o VLT vai trazer. “Eu tenho certeza que a medida que formos avançando nas conversas nós não vamos encontrar nenhum tipo de problema.”

Visita surpresa não foi a primeira

Essa não é a primeira visita surpresa do governador às comunidades que serão desapropriadas pelas obras. Em agosto de 2011, ele esteve no bairro Vila União, na comunidade Aldaci Barbosa, e não foi bem recebido pelos moradores. Na época, Cid foi chamado de "mentiroso" e "terrorista", e saiu do local sob vaias dos moradores e de militantes da oposição.

O projeto do VLT surgiu do pacote de obras para a Copa do Mundo de 2014, com objetivo de melhorar a mobilidade urbana da cidade. O sistema de transporte terá estações na Parangaba, Papicu, Montese, Vila União, Rodoviária, São João do Tauape, Pontes Vieira, Antônio Sales, Mucuripe e Iate Clube.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados