Previsão do Tempo

RUSSAS

27ºC

NOTÍCIAS / MUNDO

Por R$ 100 mi, arena da Copa terá nome de cervejaria

Óticas Diniz

Folhapress

01/04/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

O estádio que receberá os jogos da Copa do Mundo e das Confederações em Salvador irá se chamar Itaipava Arena Fonte Nova. A confirmação ocorreu na manhã desta segunda-feira (1º).

 

O contrato pelos direitos do nome da Fonte Nova custará R$ 10 milhões por ano até 2023 -totalizando R$ 100 milhões- ao Grupo Petrópolis, do Rio de Janeiro, que controla a Itaipava e outras cinco marcas de cerveja, duas de energético e outras duas de vodca.

 

A ideia é fortalecer a marca Itaipava no Estado. A companhia está instalando uma fábrica em Alagoinhas (a 108 km de Salvador), onde já existe uma unidade da rival Schincariol. Um acordo semelhante para batizar a Arena Pernambuco também está sendo costurado pela Itaipava.

 

Porém, nos períodos de competição da Fifa neste e no próximo ano, o nome não poderá ser usado porque a entidade que gere o futebol mundial é patrocinada pela americana Budweiser e não permite a publicidade de empresas concorrentes durante os seus eventos.

 

Estádio será inaugurado com jogo entre Bahia e Vitória

 

partida inaugural do estádio, no próximo domingo, será feita com um jogo entre Bahia e Vitória em que todos os cerca de 41 mil ingressos foram vendidos em menos de três horas, na última sexta-feira, quando houve tumulto e seis pessoas feridas na confusão.

 

A arena era um espaço público e se tornou uma PPP (parceria público-privada) em 2009, quando o consórcio formado por OAS e Odebrecht venceu a licitação do estádio. O presidente do consórcio, Frank Alcântara, afirma que não vê problema em ter a arena associada a uma marca, "seja ela qual for".

 

"Porém não vamos descaracterizar o nome Fonte Nova, pois é uma marca forte e deve ser preservada como patrimônio público", afirma. O Estatuto do Torcedor veta a venda de bebida alcoólica nas praças esportivas do país.

 

No próximo domingo, portanto, haverá venda de cerveja Itaipava sem álcool nas cantinas do estádio. Além disso, como a Ambev já patrocina a seleção brasileira, o futebol da Rede Globo e ações de marketing em clubes como Bahia e Vitória, as marcas acabarão se misturando no estádio.

 

A Lei Geral da Copa, sancionada em junho de 2012 pela presidente Dilma Rousseff, liberou a comercialização de cerveja no Mundial e na Copa das Confederações.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados