Previsão do Tempo

RUSSAS

28ºC

NOTÍCIAS / CIDADE

13 municípios do Ceará são beneficiados com verba para serviços de hemodiálise. Russas está na lista

Óticas Diniz

Redação

16/03/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

O Ministério da Saúde liberou R$ 4,59 milhões para o Estado do Ceará. A verba será destinada para a melhoria dos serviços de hemodiálise oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Estima-se que 83,4 mil pacientes são mantidos em serviços de diálise na rede pública no Brasil, sendo que 90% desse total fazem hemodiálise. O SUS oferece atenção integral aos usuários com problemas renais, incluindo a oferta de medicamentos e de exames complementares.

O diabetes é a segunda causa de início em diálise em estágios mais avançados (FOTO: Divulgação)

Os municípios beneficiados são: Barbalha, Baturité, Canindé, Caucaia, Crato, Eusébio, Fortaleza, Iguatu, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Quixadá, Russas e Sobral.

Dificuldades do setor

Segundo o secretário nacional de Atenção à Saúde, Helvécio Magalhães, o Ministério conhece as dificuldades do setor, por isso, desde 2011, antecipa “o repasse de recursos para garantir a assistência prestada e esta investindo para garantir a sustentabilidade dos hospitais que prestam este tipo de serviço”, afirma.

A Portaria 381, publicada na última quinta-feira (14), no Diário Oficial da União (DOU), define que este recurso será financiado pelo Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC) e adicionado ao limite anual dos 26 estados e do Distrito Federal.

Fatores de risco

A hipertensão arterial e o diabetes são os principais fatores de risco modificáveis para doenças crônicas não transmissíveis. Levantamento do Ministério da Saúde indica que 54% dos usuários que fazem tratamento de hemodiálise no SUS apresentam hipertensão ou diabetes como causas da doença renal crônica – caracterizada pela perda progressiva e irreversível da função dos rins.

O diabetes é a segunda causa de início em diálise em estágios mais avançados (doença renal crônica terminal). O diagnóstico da doença nem sempre resulta em complicação renal, se for adotado um estilo de vida saudável, sem fumo ou álcool e com a prática de atividade física regular, o paciente pode levar uma sem complicações.

Fonte: Tribuna do Ceará

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados