Previsão do Tempo

RUSSAS

31ºC

NOTÍCIAS / LIFESTYLE

Pneumonia - Doença é a 2ª que mais mata crianças

Óticas Diniz

Kelly Garcia

13/11/2012

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

No Dia Mundial de Combate à Pneumonia, comemorado ontem, os dados sobre a doença ainda são alarmantes. No Ceará, em 2011, a pneumonia foi a segunda principal causa de morte entre crianças de um a nove anos, com 36 óbitos, o que representa 16% do total. Já entre as crianças menores de um ano, essa foi a terceira principal causa de morte, com 80 casos, compreendendo 6% do total. Em Fortaleza, a unidade de referência de tratamento de pneumonia em crianças é o Hospital Infantil Albert Sabin (Hias). Naquela instituição, de 2011 a 2012, houve uma redução no número de casos. No ano passado, até o dia 12 de novembro, foram 1.601 casos. Já neste ano, em igual período, 1.391 pessoas contraíram a doença, o que significa uma redução de 210 ocorrências, ou seja, de 13%.Apesar de não existirem dados sobre a quantidade de pessoas infectadas com a enfermidade, são os postos de saúde os responsáveis pelo diagnóstico e tratamento. No mundo, a pneumonia é a principal causa de morte de crianças menores de cinco anos e representa 28% da mortalidade global por doenças imunopreveníveis, de acordo com dados da Coligação Mundial contra Pneumonia Infantil. Para a coordenadora do serviço de pneumologia do Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, Tânia Brígido, é importante que as mães estejam atentas a sintomas como febre alta, tosse e dor nas costas. "A pneumonia gera temperaturas acima de 38 graus, tosse cheia e dor torácica. O diagnóstico é feito através do histórico do paciente, exame clínico e de imagem, no caso o raio X", explica.

Viroses
A pneumologista esclarece que gripe não gera pneumonia. "As viroses podem até deixar a imunidade mais baixa, mas a pneumonia não é causada por gripes mal curadas, como as pessoas dizem. Às vezes, uma infecção de garganta ou de pele causadas por estafilococos pode gerar uma pneumonia", diz a médica.


Segundo Tânia Brígido, a doença tem mais probabilidade de se agravar nas crianças menores de cinco anos, nos idosos e em pessoas com alguma doença crônica, como diabetes. "As mais comuns são as causadas por pneumococos", destaca.


O tratamento, feito à base de antibióticos, pode durar de uma semana a 15 dias. "A mãe deve estar atenta aos horários da medicação para que o tratamento seja bem sucedido", diz.


A vendedora ambulante Elivanda Carvalho mora no Vila União e já teve várias pessoas na família acometidas pela doença, inclusive a filha Ana Beatriz, de três anos. "Ela passa o dia na creche e lá, de vez em quando, pega sol demais, poeira. Quando ela tinha três anos, teve a doença e aí teve que tomar antibiótico, mas já está bem".


Contudo, Elivanda perdeu um irmão com a enfermidade e, recentemente, uma irmã passou dois meses internada com pneumonia. "É uma doença que, se a pessoa não cuidar, pode até morrer. Meu irmão bebia e isso atrapalhava o tratamento, não deu para salvar. A minha irmã trabalhava fazendo churrasco e só se preocupou com a tosse quando estava com febre quase todo dia. Passou dois meses no Hospital de Messejana", relata.


A dona de casa Luiza Rodrigues também passou seis meses em tratamento para se curar da pneumonia. "Fiz o tratamento direitinho. Mas os antibióticos são muito fortes, fiquei mais magra, perdi até a vontade de comer", lembra.

Por conta da doença, Luiza Rodrigues passou a se cuidar mais. "Eu trabalhava no mercado de Senador Pompeu e, mesmo gripada, andava muito sob o sol quente. Não faço mais isso e também diminuí a quantidade de cigarros. Agora, só fumo cinco e, antes, era uma carteira por dia", afirma.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados