Previsão do Tempo

RUSSAS

35ºC

NOTÍCIAS / MUNDO

Colômbia acerta cessar-fogo com guerrilheiros do ELN

Óticas Diniz

Diário do Nordeste

05/09/2017

Enviar por e-mail
Imprimir notícia
Na foto, negociador de Bogotá (e), Juan Restrepo, chanceler equatoriana, Maria Espinosa, e membro do Exército de Libertação Nacional, Pablo Beltrán (d) ( Foto: AFP )
Na foto, negociador de Bogotá (e), Juan Restrepo, chanceler equatoriana, Maria Espinosa, e membro do Exército de Libertação Nacional, Pablo Beltrán (d) ( Foto: AFP )

Quito/Bogotá. O governo de Juan Manuel Santos e os rebeldes do Exército de Libertação Nacional (ELN) acertaram, ontem, em Quito, um cessar-fogo temporário que entrará em vigor a partir do próximo dia 1º de outubro na Colômbia.

Em uma mensagem transmitida pela televisão aos colombianos, Santos considerou que o acordo com a última guerrilha ativa no país é uma "ótima notícia" de boas-vindas ao papa Francisco, que apoiou a assinatura de paz com a ex-guerrilha das Farc.

O acordo marca o maior avanço desde que as negociações começaram em fevereiro, com o objetivo de acabar com um conflito de mais de meio século.

Durante esse período de trégua, também "vão cessar os sequestros, ataques a oleodutos e outras hostilidades contra a população civil", disse Santos.

O presidente deixou em aberto a opção de renovar o acordo "na medida em que avancemos nas negociações sobre os outros pontos". O pacto será formalizado em Quito pelas delegações de paz do governo e do ELN. Detalhes ainda serão divulgados.

Papa

A organização rebelde disse esperar que a visita do papa propicie novos compromissos a favor de uma "paz completa". Segundo as autoridades, o ELN tem cerca de 1.500 combatentes.

"Depois dos dias de celebração que acompanham a presença de Francisco na Colômbia, continuaremos empenhados em avançar na direção de um desarmamento do conflito, até que a Paz Completa seja uma realidade", afirmou a guerrilha.

O conflito na Colômbia, que além das forças do Estado e guerrilhas envolve grupos narcotraficantes e de extrema-direita, deixou 7,5 milhões de vítimas.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados