Previsão do Tempo

RUSSAS

35ºC

NOTÍCIAS / REGIONAL

Cidades do Ceará apresentam níveis de alerta para baixa umidade do ar

Óticas Diniz

Diário do Nordeste

04/09/2017

Enviar por e-mail
Imprimir notícia
OMS recomenda a interrupção de atividade entre as 10h e 16h, além do reforço na hidratação ( FOTO: Bruno Gomes/Diário do Nordeste )
OMS recomenda a interrupção de atividade entre as 10h e 16h, além do reforço na hidratação ( FOTO: Bruno Gomes/Diário do Nordeste )

Quando a umidade relativa do ar cai para menos de 30%, a OMS recomenda que a exposição ao sol e a realização de atividades físicas devem ser reduzidas.

Pelo menos sete cidades do Ceará apresentaram níveis de alerta em relação à baixa umidade relativa no ar no mês de agosto. Iguatu, Crateús, Jaguaribe, Tauá e Quixeramobim apresentaram médias da umidade mínima de 13% a 20%. Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera estado de observação os níveis de 40% a 31%. Quando a umidade cai abaixo dos 30%, há estado de atenção. Se a umidade atingir níveis entre 20% e 12%, ocorre o estado de alerta. De acordo com a Funceme, foi no município de Iguatu, no mês de agosto, onde foi registrada a umidade relativa mínima média mais baixa do Estado, o índice de 13% apresentou o limite para emergência.

“Esses índices baixos se devem à época do ano, ao grau de interioridade, ou seja, a distância da costa, e as condições predominantemente secas do solo e da vegetação diminuindo a evapotranspiração para a atmosfera”, explica o supervisor da unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz.

Cuidados

Quando a umidade relativa do ar cai para menos de 30%, a OMS recomenda que a exposição ao sol e a realização de atividades físicas devem ser reduzidas. Neste período, o Ministério da Saúde indica também o aumento da hidratação, ingerindo mais água, suco natural e/ou água de coco.

“No Ceará, a umidade relativa do ar tende a diminuir geralmente no segundo semestre do ano, a partir do mês de julho, até o final do ano, em virtude da sensível diminuição das precipitações pluviais nesse período. Isso se faz mais notável principalmente no Interior do Estado. A faixa litorânea geralmente se apresenta mais úmida, ao longo do ano, em virtude da umidade proveniente da evaporação da água oceânica e que é trazida para o continente pelos ventos”, afirma Fritz.

Os índices também podem variar de acordo com o horário. Em alguns dias desta época, principalmente entre 12h e 16h, a umidade do ar em Fortaleza, por exemplo, pode chegar perto de 30%. Vale considerar ainda que índices baixos não são tão comuns em cidades litorâneas. Porém, no dia 23 do último mês, por volta das 11h, a Capital registrou umidade mínima de 31%, a mais baixa de agosto na cidade, considerando as variações de horários. A média da mínima ficou em 31%, conforme a Funceme.

“A umidade relativa e a temperatura do ar estão relacionadas uma à outra, de forma que nos horários mais quentes do dia, principalmente no início da tarde, se tem a menor umidade relativa do ar. Com a temperatura mínima que ocorre durante a madrugada, perto do raiar do dia, a umidade do ar se mostra mais alta. Assim, pela madrugada e, ainda, no início da manhã se tem maior umidade relativa e, à tarde, a menor”, diz o meteorologista Raul Fritz.

Entenda

A umidade relativa do ar é a razão, expressa percentualmente, entre a quantidade de umidade atmosférica, num determinado local, em certo momento e numa dada temperatura, e a quantidade de umidade que estaria presente se o ar estivesse saturado. Quanto mais baixa se apresenta a umidade relativa do ar, se pode dizer que mais seca (com menos vapor d'água) se encontra a massa de ar.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados