Previsão do Tempo

RUSSAS

25ºC

COLUNISTA AIRTON MARANHÃO (IN MEMORIAN)

.Originário de Russas – CE. Formado em Direito pela Universidade de Fortaleza – Unifor, advogado militante da Comarca de Fortaleza, e romancista. Livros publicados: Deusurubu, Admirável Povo de São Bernardo das Éguas Ruças. Romances: A Dança da Caipora, Os Mortos Não Querem Volta e O Hóspede das Eras. Membro da ARCA – Academia Russana de Cultura e Arte.

Airton Maranhão (in memorian)
  • 15/01/2014

    Um gênio chamado Finin

    Existe figura em Russas que merece construir um monumento em sua homenagem por apresentar-se como personagem inusitada ao tornar-se famosa num momento honroso. Não só pelo aspecto amistoso, brincalhão, zombeteiro e folclórico, mas pela principal característica do mistério dos sonhos impossíveis,...

  • 31/12/2013

    A Dinamite e o Prêmio Nobel

    Há mais de 300 anos, o célebre jurista e filósofo italiano Cesare Beccaria, fez essa pergunta: “Qual pode ser o direito que se atribuem os homens para trucidar os seus semelhantes?” Por tal pensamento, o indivíduo que massacra propositadamente o seu semelhante, deve ser punido pelo crime cometido....

  • 06/12/2013

    DEDEU - O DUBLÊ DE FILME CAUBOY

    Existem coisas absurdas neste mundo do inestimável despertar mágico de acordes e encantamento, de fascinante impressionista, que inatingível pelos próprios méritos, pode-se classificar como perfeição de uma obra-prima. Na dublagem de história fantástica, do ser que imagina ser outra personagem na...

  • 19/11/2013

    As Arquitetas da Coaça de Russas

    Durante muitas décadas, margeando a conhecida Curva do Caminhão mal-assombrado, na saída de Russas, de quem segue para capital cearense, existia um pequeno prostíbulo, em meio a um amontoado de casebres. E, com o passar do tempo, aquelas insignificantes moradias transformaram-se em bordéis. E...

  • 05/11/2013

    Dimas Mateus - Violeiro e Cantador

    A natureza somente transforma o destino de uma criança enjetada pelos pais biológicos, se o choro do recém-nascido for comparado ao impiedoso vagido de extrema recusa da espécie humana, para não habitar nesse mundo apocalíptico. Um vagido horripilante e melancólico, que se ouviu de uma casinha...

  • 15/10/2013

    O enigma do mendigo Zé Coió

    Nenhum nascimento de aberração humana, que se monta com o tétrico cenário do corpo, no absurdo da vida cotidiana, tornará uma tragédia de danação horrenda, se o pensamento não o revelar como uma criação divina. Nesse ponto...

  • 27/09/2013

    Lampião no Serrote da Tapera

    Na mente dos mais imbecis dos indivíduos das entidades fantásticas e das personalidades dos gênios imortais de toda história, sem qualquer lenda de malefício, presságio e encantamento, muitos desses santos, deuses e animais irracionais, ainda acreditam que o...

  • 05/09/2013

    Anjo da morte - disfarçado de mendigo em Russas

    Por mais miserável, nefasto, estranho e nebuloso que seja o trapo semovente do submundo dos patéticos, dos dementes e dos seres penumbristas, com toda dignidade, não devemos temer essas feras humanas com escárnio e rejeição. Mas, resguardar a...

  • 19/08/2013

    Ao toque do magnífico hino de Russas

    Desde que a nossa cidade se encheu de almas inodoras, incolores e invisíveis, daquelas que aparecem e somem sem deixar rastros e sombras, no desfecho iluminado de facho de incógnita, o coração russano pulsa por baixo das portas, fadado à cova rasa, sem...

  • 26/07/2013

    Zé Vitório O terrível sacrástico

    É muito difícil compreender as complexas formas do ser esquisito, estranho e absurdo, pela infernal desonra do leito conjugal, quando melancólico e maquiavélico, carrega para sempre sobre os ombros, a maldição criminosa do instinto multisecular da...

PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados