Previsão do Tempo

RUSSAS

35ºC

COLUNISTAS / HILDEBERTO AQUINO

Persiste a enganação! Renovar pra quê?

Óticas Diniz

Hildeberto Aquino

15/08/2017

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Não nos iludamos, continuaremos nas mãos dos mesmos politiqueiros, infelizmente! Quando pensávamos que mesmo diante de tantas diligências objetivando por ordem no País – operações como a Lava Jato e outras -, mais uma vez a já tão desacreditada Câmara se esmera em deslumbrar o eleitor. Para nós eleitores que sonhávamos em dar o competente TROCO aos MAUS políticos, alijando-os definitivamente da vida pública, como merecido, desistamos! A Comissão Especial da Reforma Política da Câmara Federal, articuladamente, aprova o texto-base da reforma política, cujo relator é o deputado Vicente Cândido (PT-SP), que prevê a criação de um fundo público em torno de R$ 4 BILHÕES para financiar as campanhas e o modelo eleitoral denominado "DISTRITÃO", que possivelmente entrará em vigor já nas eleições de 2018 e 2020 em substituição ao atual sistema eleitoral. Em plena crise, o Governo Federal terá que dispor dessa vultosa quantia para custear campanha de políticos. Por que esses não se valem exclusivamente das iniciativas privadas como o faziam há muito tempo já que "Doações Empresariais" são ditas legais, desde que comprovadas? Traduzindo: Seremos NÓS, eleitores, ou não, que com o que nos confiscam com os impostos que pagamos compulsoriamente que teremos que manter essa legião de privilegiados que não têm se demonstrado dignos da missão de nos representar. Para Saúde, Educação, Segurança etc. não existe dinheiro, mas para custear políticos eles decidem como querem e nós arcamos mais uma vez com os prejuízos.
O tal "DISTRITÃO" que aplicado em apenas quatro países - Afeganistão, Jordânia, Vanuatu e Pitcairn - é nada menos que uma estratégia perniciosa, uma verdadeira armadilha que consiste em que os candidatos (toldos os deputados e vereadores) com mais recursos e os mais conhecidos e que tentem a reeleição terão mais chances de se reeleger prejudicando os NOVOS candidatos, dificultando assim a RENOVAÇÃO que tanto almejamos. Se pensarmos em RENOVAÇÃO competente do Legislativo, em cerca de 50% ou mais, posto que cabido, teremos que nos contentar, quando muito, em torno de 20% e os demais continuarão a desmandar e desgovernar o País. É a pior das opções de reformas. Por que então essa mudança e que benefícios trarão para os brasileiros? Medo da reação popular? É isso que se evidencia!
Quanta ojeriza nos causa essa política mesquinha onde prevalecem exclusivamente os interesses dos políticos e não da Sociedade que dizem nos representar! Então isto é que é Democracia? Desisto!!!

Hildeberto Aquino

Nascido em Crato (CE). Formação: Língua Portuguesa e pós-graduado em Gestão Escolar. Ex-funcionário do Banco do Brasil, 1972/1997, assumiu em Russas em 1982. Corretor de Imóveis. Articulista (crônicas e poesias). Meu lema: "Indigne-se por você e por todos contra as injustiças, quais forem. Clame, exija, exerça a sua cidadania e não seja mais um abmudo!" José HILDEBERTO Jamacaru de AQUINO

Hildeberto Aquino

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados