Previsão do Tempo

RUSSAS

33ºC

COLUNISTAS / CARLOS EUGÊNIO

Camilo fez uma boa ação: deu 2% esmola aos servidores

Óticas Diniz

Carlos Eugênio

09/04/2017

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Camilo Santana (PT) deve ter se inspirado, ao oferecer 2% de reposição salarial aos servidores que ganham acimo do mínimo, no ensinamento bíblico: “Quando entre ti houver algum pobre, de teus irmãos, em alguma das tuas portas, na terra que o Senhor teu Deus te dá, não endurecerás o teu coração, nem fecharás a tua mão a teu irmão que for pobre; Antes lhe abrirás de todo a tua mão, e livremente lhe emprestarás o que lhe falta, quanto baste para a sua necessidade” (Deuteronômio 15, 7-8). 
     
A coisa é demagógica mesmo, amigos. Vejam. Um servidor que ganha R$ 1000 passará a receber R$ 1020. Ele deverá agradecer os R$ 20 a mais em seu contracheque, ao bom coração do governador. Afinal, ser grato a quem lhe oferta uma esmola, também é um fundamento bíblico. 
     
O pior é a Assembleia Legislativa ter aprovado a mensagem, sem acrescentar um ponto. Só 10 deputados se posicionaram contra. Os demais “representantes” atuaram como sempre atuam: dizendo amém ao executivo, sem deixar marca na história. 
     
Os deputados tinham por obrigação verificar a situação econômica do Estado, diante da declaração do líder do governo na Casa, Evandro Leitão (PDT), quando afirmou que era o máximo que poderia ser dado, em virtude da crise que o país atravessa. Um legislativo sem independência para votar, discutir e fiscalizar o executivo, é um poder de portas abertas e ideologias fechadas.
     
A verdade mais insofismável é que a crise econômica virou álibi para gestores incompetentes, e o caos no Rio de Janeiro passou a ser desculpa para prefeitos e govenadores sacrificarem a população. Como essa gente se apega a teses cretinas para ocultar a malversação do bem público. 
     
Palavras demagogas jogadas a multidão não são suficientes. O governador precisa mostrar à população a verdadeira causa da crise financeira do Estado. Os cearenses já têm ciência do que ocorreu no país, e da quadrilha que levou o Rio de Janeiro a breca. E no Ceará, Camilo? O que provocou a escassez de recursos? O que sua gestão fez para conter os gastos, além de sacrificar servidores? Não basta falar de crise. É preciso esclarecer os fatos. 
     
Bem, não é bíblico, mas é um ensinamento da obra O Pequeno Príncipe, que Camilo e os deputados deveriam ter aprendido: um rei só deve dar ordens razoáveis para que seu general possa atendê-lo. Mas se os legisladores se tornaram marionetes nas mãos do governador, a ponto de ratificarem uma esmola de 2% para os servidores, que paguem o preço politico pelo desgaste. Em 2018, o povo terá a chance de decretar a morte politica do rei e dos bobos da corte.

Carlos Eugênio

Nasceu em Russas - CE. Graduado em Português Licenciatura Plena pela Universidade Vale do Acaraú; (UVA), Especialista em Ensino da Matemática e Física pela Faculdade Vale do Salgado (FVS). Professor, colunista do Jornal Correio de Russas e da TV Russas.

Carlos Eugênio

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados