Previsão do Tempo

RUSSAS

27ºC

COLUNISTAS / AIRTON MARANHÃO (IN MEMORIAN)

Comunista e as "Impressões digitais de Deus"

Óticas Diniz

Airton Maranhão (in memorian)

15/06/2015

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Sem ninguém saber de onde surgiu o misterioso velho Comunista, que num passo de mágica apareceu em Russas, e como atentador maligno aos desígnios terríveis dos malditos, passou a gritar pelas ruas que era primo do Dr. Estácio de Sousa. E o velho dentista, que não acreditava em religião, magia e mito, com muita ira, negava a relação de parentesco com aquele louco. E o estranho anticristo passava em frente à casa do odontólogo e gritava: "Dr. Estácio, eu sou seu primo." Dr. Estácio virava o bicho. Quando a espilicute beata Adália encomendou os serviços de feitiçaria do macumbeiro Rozeno para saber se era verdade aquele parentesco. E o Dr. Estácio de tanta raiva, pediu emprestado a espingarda socadeira do Zé do Canário, para eliminar o Comunista. Mas arrependido com tamanha loucura, para o anticristo, batia-lhe à porta. Enquanto a figura fantasmagórica, magra, vestida de preto, assustava o povo russano como paquiderme metálico, ao caminhar lentamente com uma enorme cruz preta, erguida por sobre a cabeça. E o bicho Comunista, que parecia com os seres das mitologias religiosas, distante dos contos de fadas, mitos e narrativas folclóricas, perseguia o Dr. Estácio, beatas, coveiro Jabatão, padre Valério e padre Pedro. Quando à noite, no arrepio das rasga-mortalhas riscando o céu, uma cachorrada seguia-o pelo Serrote da Tapera. E a história se repetia quando da porta da matriz, vociferava: "padre Pedro, eu sou comunista?" E a meninada gritava: "Comunista!... Anticristo!" E o dentista, que assistia a missa, interrompia: "todos os babacas são iguais. Não deixe o sofrimento estragar a sua vida, Comunista!" E o padre indignado com os insultos, xingava aos brados: "Anticristo! Extraterrestre!" E o Comunista, sem temer com a cruz erguida, saía falando sozinho pelas ruas da cidade. "Ninguém teme mais com a descoberta de vida extraterrestre do que o papa. Porque findaria a reza mentirosa que consola a farsa da igreja, nociva, ofensiva, monstruosa e tirana. Com um papa que simplesmente engana os bestas, com a sua tirania secular de dizer não faça guerra, ajude aos pobres, não desmatem as florestas. E não tira uma moeda para ajudar um miserável, um doente. O Vaticano que é o menor estado do mundo, com as maiores riquezas do planeta, não acode um leproso. Mas se roga pela ignorância de dizer que Lúcifer foi expulso do céu. Que céu? Onde fica o céu? Para oferecer consolo e refúgio a um demônio aqui na terra? Uma Igreja que devia se arrepender do seu passado sádico e piromaníaco. Quando a mulher Papa, que pariu em plena procissão é segredo que o Vaticano esconde há séculos! E agora vem pedir desculpa pela Inquisição, que quase trucidou as vítimas Giordano Bruno e Galileu. Igreja que oculta à invenção da pólvora, da dinamite, da bomba atômica e da pederastia. Que só pede reza e não faz nada contra as catástrofes ecológicas. Só pensa em angariar riquezas e não evita o estrago do lixo industrial e radioativo, e muito menos da miséria humana. Igreja que nega, ignora e repudia quem fala das atrocidades que cometeu no passado. Ciente que está findando o seu reinado com pânico e desespero, por abuso sexual de menores por membros da Igreja Católica. Com processos astronômicos arquivados, outros julgados, em condenação aos padres que abusaram sexualmente de crianças. Casos de notícia nacional, com muitos sacerdotes que se demitiram, foram afastados e presos. Quando muitos processos findaram mediante acordos financeiros de centenas de milhões de dólares, feitos com as vítimas, para ocultar a farsa da Igreja. Que peca dessa forma sem temer os pecados de Deus? Se Deus existe, porque os membros da Igreja Católica não temem ao seu Deus? E temem os extraterrestres. Será que o Deus deles é os extraterrestres? No dia 14 de dezembro de 1977, saiu estampada na primeira página do Sunday Times, o Papa João Paulo II, solicitou uma equipe de astrônomo para sondar o cosmo em busca das "impressões digitais de Deus". E até hoje no Monte Graham, no Arizona, os jesuítas, no próprio observatório do Vaticano, vasculham assombrados a infinitude do céu, temendo a invasão dos extraterrestres. Porque acreditam que um dia voltarão para aplicar outros castigos nos seres humanos. Por ser o nosso planeta terra, uma prisão arquitetada pelos seres alienígenas, para deixar os seres humanos sob a vigilância contínua dos ETs. Mas foi uma escolha errada dos marcianos. E isso é tão provável e inconteste, porque a terra não é o lugar apropriado para o desenvolvimento dos seres humanos. Que diferentes dos outros seres, os humanos vivem doentes, nascem com deficiências físicas, não suportam o sol por uma semana, são extremamente agressivos, bárbaros, cruéis e covardes, matam seus irmãos por prazer, descaso e por nada. E transgride as leis de todas as formas. De onde veio o instinto animalesco, a agressividade desconhecida e a irracionalidade demoníaca desse ser animal, que sem ética e moral, tortura, humilha, rouba e despreza o próximo, que ainda não se entregou à natureza? E que ainda não aprendeu a respeitar as leis naturais. Esses seres humanos, os nossos ancestrais, trouxeram do lugar de onde vieram para essa prisão. E tudo de ruindade para o desenvolvimento da humanidade, com a prova de que não somos animais racionais, restou provado, por fim, relacionado à nossa herança selvagem, com o planeta de onde viemos, para este presídio terra. "Comunista! Anticristo! Extraterrestre!" E o velho Comunista com a face tenebrosa, respondia: "eu sou as impressões digitais de Deus".

Airton Maranhão (in memorian)

.Originário de Russas – CE. Formado em Direito pela Universidade de Fortaleza – Unifor, advogado militante da Comarca de Fortaleza, e romancista. Livros publicados: Deusurubu, Admirável Povo de São Bernardo das Éguas Ruças. Romances: A Dança da Caipora, Os Mortos Não Querem Volta e O Hóspede das Eras. Membro da ARCA – Academia Russana de Cultura e Arte.

Airton Maranhão (in memorian)

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados