Previsão do Tempo

RUSSAS

28ºC

COLUNISTAS / AIRTON MARANHÃO (IN MEMORIAN)

O pirotécnico Juquinha fogueteiro

Óticas Diniz

Airton Maranhão (in memorian)

07/05/2015

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Enquanto muitos sonhavam com a panela preta cheia de moedas de ouro no fim do arco-íris, procuravam a fonte da juventude para viver para sempre, com boa saúde e vida eterna, tentavam transformar metais em ouro, com toda genialidade, estudo profundo e sonhos dos famosos alquimistas, para descobrir a pedra filosofal, que jamais encontraram. Não muito distante desses antepassados mais ilustres, na terra de São Bernardo das Éguas Ruças, havia alguns gênios que queriam marcar a sua história de forma diferente. No caso do mecânico Francisco Aldaciz, de cognome Finin, que imaginava construir uma espaçonave no fundo do quintal de sua casa, para conhecer os impérios galácticos. Canoeiro Chico Régis, que planejava produzir a réplica da Arca de Noé, à margem do rio Jaguaribe, para sumir com os animais da várzea jaguaribana no Triangulo das Bermudas. Chica Doida, que atirava pedra na Apollo 11, para não deixar Neil Armstrong pisar na lua, que pertencia aos namorados. Assim como o pára-quedista Orlando Doido, que desafiou a estranha lei da gravidade, o maior mistério do universo, pulando da torre da Igreja matriz, sem pára-quedas. Mas nenhum desses russanos mudou o destino da humanidade como o croata Nikola Tesla, que "inventou" a corrente elétrica alternada. Que com respeito, lembrando como parodiava o famoso poeta russano, Batente, que dizia: "se você comer um pão, não agradeça a Deus, agradeça ao padeiro." Com a invenção da corrente elétrica, agradeça ao genial Nikola Tesla, porque essa sua invenção tornou a energia elétrica acessível para o mundo inteiro. Que como engenheiro elétrico da companhia telefônica de Budapeste, em 1881, recebeu oferta e aceitou a tal oferta, para trabalhar para Thomas Edison, em Nova York, para melhorar a linha de dínamo de Edison. Enganado por Edison, que nunca pagou por seu trabalho, por essa divergência, fundou a sua própria empresa e concluiu a tecnologia da corrente alternada. Portanto, se você usa computador não agradeça ao seu inventor Charles Babbage, mas a Nikola Tesla. Se você acende uma lâmpada não agradeça a Thomas Edison, pela invenção da lâmpada, agradeça Nikola Tesla, pela invenção da corrente elétrica. Se o mundo saiu da escuridão, sem precisar obter fogo através do atrito de dois pedaços de paus, com faíscas saindo dos galhos, como fazia o homem primitivo, agradeça Nikola Tesla, que inventou a corrente elétrica. A verdade é que sem Nikola Tesla, ninguém escutaria jogo de futebol pelo rádio, nem assistia filme na TV, ouvia música, usava computador, celular, GPS, aparelho eletrônico, câmara, drones, robótica, controle remoto, radar, raios-X, balística, física nuclear. Sem a genialidade de Tesla, nosso planeta nunca teria sido iluminado. Ainda estaríamos usando velas, escrevendo com penas de ganso e tateando na escuridão, com o método de pensar. Quando existia para nós, apenas a sonolenta câmara de hibernação no tempo da escuridão. Tudo, tudo se não fosse pela existência do mestre dos raios, Nikola Tesla, o grande gênio da humanidade, que fez brilhar turbilhões de volts de eletricidade diante dos olhos de todos os espectadores do mundo. E por certo, ainda estaríamos estagnados nas trevas, para observar no céu os fogos de artifícios, com espetáculos de cores, luzes e variedades de explosões, com efeito luminoso, que divertia o povo da China, onde a pirotecnia foi inventada. Mas com tantos méritos ao grande gênio Tesla, não devemos esquecer a história de um russano simples, que soube desvendar os mistérios pirotécnicos, como o gênio José Lopes de Carvalho, mais conhecido por Juquinha Fogueteiro, filho do Antônio da Glória, que nunca ganhou nenhum reconhecimento por seus feitos mais extraordinários, para tornar-se famoso ao marcar história por produzir e desenvolver fogos de artifícios nas terras de São Bernardo das Éguas Ruças. Que com muita inteligência executava processos produtivos com a pirotecnia, que consistia na técnica e treinamento de fins artísticos, no manusear minerais, oxidantes, combustível e a química para utilizar fogo, explosivo e fogos de artifícios, na mágica antiga dos efeitos pirotécnicos, na cidade de Russas. Sem causar morte, queimaduras, lacerações, mutilações ou qualquer acidente, por trabalhar com muito cuidado e cautela, em meio aos perigos dos explosivos, dos mais variados. Por fabricar traques, bombinhas, serpentes voadoras, morteiros, baterias, bomba de matar peixe, balões pirotécnicos, foguetes e rojões com flecha ou sem vara. Quando em nossa cidade, fogos de artifícios, constantemente animavam as comemorações da política, polícia, partida de futebol, enchentes do riacho Araibu, festas de fim de ano. Principalmente, as juninas no São João e nas celebrações religiosas, com procissões acompanhadas da Banda de Música, que em festejo de orações e benditos, a estátua de São Sebastião era conduzida pelos fiéis, num cortejo, a percorrer as principais ruas da cidade. Quando, no final da procissão, por trás da igreja de São Sebastião, era feita a homenagem final, com espetáculo de foguetes e fogos de artifícios de lágrimas, que iluminavam a cidade de Russas. Preparado pelo Juquinha Fogueteiro, que apresento nesse painel miraculoso, para memória de sua existência, como muitos outros desconhecidos gênios da humanidade.

Airton Maranhão (in memorian)

.Originário de Russas – CE. Formado em Direito pela Universidade de Fortaleza – Unifor, advogado militante da Comarca de Fortaleza, e romancista. Livros publicados: Deusurubu, Admirável Povo de São Bernardo das Éguas Ruças. Romances: A Dança da Caipora, Os Mortos Não Querem Volta e O Hóspede das Eras. Membro da ARCA – Academia Russana de Cultura e Arte.

Airton Maranhão (in memorian)

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados