Previsão do Tempo

RUSSAS

32ºC

COLUNISTAS / CARLOS EUGÊNIO

Interiorização da indústria

Óticas Diniz

Carlos Eugênio

22/04/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

O trabalho dignifica o ser humano, alimenta o corpo e traz sustentabilidade a alma. Proporcionar ao cidadão e a cidadã, a oportunidade de alimentar sua família e promover o desenvolvimento do país, são obrigações do Estado. Chega de conterrâneos saírem de seu torrão natal e, aventurar-se nas grandes metrópoles em busca de trabalho. Chegou a hora dos gestores públicos voltar os olhos para as cidades de pequeno e médio porte. A interiorização daindústria se faz necessário, para corrigir essa injustiça social.

 

Estudos constatam que o setor industrial, no Estado do Ceará, concentra-se em Fortaleza e nas regiões metropolitanas. Esse fato provoca inchaço populacional, devido à migração de pessoas em busca de emprego. A solução seria interiorizar a indústria. Suscitar o crescimento industrial em diversas cidades interioranas, valorizando suas tendências econômicas, é o caminho para tirar muitos jovens da ociosidade e, promover um amanhã promissor.

 

Os gestores municipais tem um papel imprescindível nesse processo, assumindo a contrapartida com incentivos fiscais e doação de terrenos, para a construção de polos industriais. Um trabalho que exige a parceria entre o executivo municipal, estadual e federal, com apoio do legislativo das três esferas. Todos em prol de uma causa justa: motivar o crescimento econômico dos municípios que anseiam oferecer trabalho a seus munícipes. Não se constrói uma nação que honra sua pátria, sem dar oportunidade a seu povo de viver condignamente.

 

Os meios de comunicação divulgaram recentemente que a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), requereu junto ao Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comercio (Mdic), apoio na implantação de sete polos industriais no território cearense. Vale salientar, que algumascidades do Vale do Jaguaribe, como é o caso de Limoeiro do Norte, Russas e Morada Nova -porapresentarem grande potencial na mineração- estão dentro do planejamento, a serem comtempladas com um polo. Entretanto, para tornar-se realidade, as autoridades da região precisam alocar verbas que garanta a infraestrutura necessária ao funcionamento dessas eventuais indústrias.

 

A desoneração fiscal é outra medida a ser tomada, para tornar as regiões interioranas atrativas aos olhos dos investidores empresariais. Falta mão de obra qualificada, no proposito de atender as necessidades dos diversos setores. Para corrigir esse déficit, a implantação de cursos técnicos,por parte do poder público, corregeria essa chaga social. Embora a agricultura de subsistência seja uma atividade importante, não satisfaz as necessidades do mundo moderno. A implantação de indústrias de pequeno e médio porte promoverá o desenvolvimento das regiões.

 

A interiorização da indústria traria benefícios expressivos para a economia cearense, provocando reflexos positivos na sociedade com ofertas de empregos. A globalização acarretou uma nova visão de mundo. Com o afloramento do poderio econômico da indústria formou-se uma nova visão de mundo e uma sociedade alicerçada na força do trabalho. A descentralização industrial poderá significar o desenvolvimento de diversas cidades de menor porte, no Estado do Ceará.

 

O interior cearense está parado no tempo. O mercado de trabalho exige profissionais com qualificações técnicas. Cabe aos gestores públicos fomentar a disseminação do setor industrial, em cada recanto desse Estado. Essa medida evitaria o deslocamento da população para a capital e região metropolitana. Uma luta que deve ser abraçada pelos meios de comunicação e toda sociedade organizada. Ganhar a vida com o suor do rosto traz dignidade ao ser humano. O trabalho transforma sonhos em realidade a aflora a vontade de viver.

Carlos Eugênio

Nasceu em Russas - CE. Graduado em Português Licenciatura Plena pela Universidade Vale do Acaraú; (UVA), Especialista em Ensino da Matemática e Física pela Faculdade Vale do Salgado (FVS). Professor, colunista do Jornal Correio de Russas e da TV Russas.

Carlos Eugênio

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados