Previsão do Tempo

RUSSAS

24ºC

COLUNISTAS / CARLOS EUGÊNIO

A educação de Russas

Óticas Diniz

Carlos Eugênio

18/02/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

A educação formal é o sustentáculo de um povo cumpridor de suas obrigações e consciente de seus direitos. Essa prerrogativa deveria ser o suficiente, para que as autoridades dessem prioridade a esse setor tão essencial ao desenvolvimento humano. Entretanto, o que se percebe é uma verdadeira onda de hipocrisia, no trato com a educação pública brasileira. Além do piso de valorização do magistério está aquém, da representatividade do papel que o professor desenvolve, ainda não é cumprido em sua plenitude, em diversos Estados e municípios. Até quando vão brincar de contos de fada na educação pública brasileira?    

 

     Mesmo diante de tanto descaso com a educação no Brasil, Russas logrou nos últimos anos, significativos avanços. Apesar de o país ostentar um sistema educacional medíocre, alguns municípios conseguiram mostrar, que a educação pode apresentar resultados satisfatórios. Para que o sistema de ensino público municipal fluía como um rio corrente que desagua no mar, quem está a frete da secretaria, precisa ter autonomia nas decisões administrativas da pasta.

 

     O município de Russas, na gestão do ex-prefeito Raimundo Cordeiro (PRT), tendo a professora Lindalva a frete da educação, conseguiu galgar patamares merecedores de reconhecimento. Por diversas vezes, Russas foi premiada pelo Ministério da Educação (MEC). Entretanto, é evidente que esse trabalho sem o empenho e, sobretudo, a competência dos professores, não teria chegado a conquistas tão relevantes. O professor é a peça chave do tabuleiro na disseminação do conhecimento. Este precisa sentir-se valorizado, respeito, para que tenha estimulo no árduo trabalho de produzir aprendizado.

 

     O prefeito Weber Araújo (PRB) e a atual secretária de educação Morlânia Chaves, têm uma imensa responsabilidade: mantar o padrão de ensino na educação pública do municio de Russas. Certamente este será o maior desafio do novo gestor. A sociedade não vai aceitar retrocesso no ensino público municipal. Weber Araújo tem a obrigação politica e sociocultural, de manter os crescentes percentuais da valorização salarial dos professores, adotado pela gestão antecedente. As promessas de palanque, nos arrojos da campanha eleitoral, não podem ser esquecidas. Triste do líder politico que não mantem a palavra. Corrompe a confiança de seus eleitores e mata a pouca credibilidade que a população ainda ostenta na classe politica. A secretária Morlânia Chaves tem autonomia a frete da secretaria de educação? Esse é um fator imprescindível para um bom desempenho. Mas, alguns gestores tolhem as tomadas de decisões do secretariado, em prol da politicagem rasteira.

 

     O vazamento nos meios de comunicação de possíveis mudanças no Plano de Cargos e Carreiras (PCC) dos professores, com o intuito de tirar direitos adquiridos, deixou os educadores apreensivos. Caso venha a se confirmar, seria um retrocesso na educação. A Câmara de Vereadores terá um papel substancial, na analise de qualquer projeto politico pedagógico, que por ventura adentra a casa do povo. 

 

      Atualmente, Russas é vista como um município que implantou uma politica salarial de valorização dos professores. Esse paradigma precisa ser mantido, para que a educação da terra de Dom Lino, continue sendo um exemplo a ser seguido em todo o Vale do Jaguaribe. O compromisso de cuidar bem das pessoas, não pode ficar apenas no slogan, e esquecido nos discursos tempestuosos. A população precisa mostrar sua força. Cuidar bem do professor é uma obrigação de qualquer gestor público, embora muitos não tenham essa visão social. Enquanto os poderes constituídos não priorizarem a formação humana, o Brasil continuará castigando sua gente a um porvir inerte.

Carlos Eugênio

Nasceu em Russas - CE. Graduado em Português Licenciatura Plena pela Universidade Vale do Acaraú; (UVA), Especialista em Ensino da Matemática e Física pela Faculdade Vale do Salgado (FVS). Professor, colunista do Jornal Correio de Russas e da TV Russas.

Carlos Eugênio

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados