Previsão do Tempo

RUSSAS

25ºC

COLUNISTAS / HILDEBERTO AQUINO

Escravos da Bandidagem!

Óticas Diniz

Hildeberto Aquino

15/01/2013

Enviar por e-mail
Imprimir notícia

Mais um, mais outro, todos os dias, em qualquer lugar e a qualquer hora. Matam por nada, sem constrangimento, cruelmente. Matam idosos, crianças, gestantes, sem distinção. Adultos, maioria dos quais reincidentes e que liberados não hesitam em matar; crianças e adolescentes que já matam e todos seguem impunes. Agem como profissionais do crime posto que visam e atingem lugares mortais e não apenas para intimidar, imobilizar, é para matar mesmo. A cada instante famílias são destruídas por esses crápulas, excreções da nossa sociedade e os Poderes constituídos permanecem de braços cruzados, omissos e impotentes. A força policial encontra-se perseguida, acuada e já não impõe temor aos bandidos, pelo contrário. O que assistimos é de pleno conhecimento daqueles que poderiam esboçar reações de indignação, sentar-se à mesa e agir com a firmeza e prontidão compatíveis e oportunas, mas que permanecem inertes, impassíveis, o que denota crônica insensibilidade e desprezo para com a população que os alçou ao poder. Alguns, desdenhando, atrevem-se até apresentar propostas absurdas que resultam apenas em benefícios e mordomias aos marginais, assassinos cruéis, irrecuperáveis.

 

Repudiamos, com veemência, essa inércia aliada à inaptidão tão perniciosa quanto a ação bandida e que extrapola todos os limites de tolerância de uma sociedade aterrorizada. E aqui não isentamos ninguém: O Poder Executivo é omisso e relapso; o Legislativo que submisso ao Executivo, é negligente quanto inábil e o Judiciário excessivamente condescendente. Para que se tenha uma ideia, apenas 2% dos criminosos vão aos tribunais e, se condenados, ainda gozam de privilégios como salários (maiores do que o mínimo pago a quem trabalha); redução de pena por “bom comportamento”; visita intima; indulto e outras aberrações. Não bastasse, ainda temos na sociedade a ala dos omissos e resignados que, por escrúpulos, ainda reluta em cobrar, exigir de quem compete punições severíssimas – pena capital, prisão perpétua, entre outras - compatíveis com a violência praticada. Indagamos: Quem são os verdadeiros transgressores e até quando a sociedade suportará esse massacre consentido e estimulado?

 

José HILDEBERTO Jamacaru de AQUINO
hildebertoaquino@yahoo.com.br
(Encontrem o texto também nos endereços: 
http://blogdoaquino.blogspot.com/;  www.tvrussas.com.br e www.tvjaguar.com.br, no jornal a Folha do Vale e http://betelfmrussas.com/.)

Hildeberto Aquino

Nascido em Crato (CE). Formação: Língua Portuguesa e pós-graduado em Gestão Escolar. Ex-funcionário do Banco do Brasil, 1972/1997, assumiu em Russas em 1982. Corretor de Imóveis. Articulista (crônicas e poesias). Meu lema: "Indigne-se por você e por todos contra as injustiças, quais forem. Clame, exija, exerça a sua cidadania e não seja mais um abmudo!" José HILDEBERTO Jamacaru de AQUINO

Hildeberto Aquino

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da TV RUSSAS. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. TV RUSSAS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
PUBLICIDADE | ANUNCIE

VITRINE

REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Soundcloud
  • Youtube

©2009 - 2017 TV Russas - Conectando você à informação

www.tvrussas.com.br - Todos os direitos reservados